2015 Outubro

“Before Spring” estreia nos EUA

22 de Novembro, 14.30h, Pantages Theater, Tacoma, WA, EUA:
Escrita originalmente para um ensemble de 16 músicos, Before Spring – a Tribute to the Rite teve a sua estreia absoluta em Maio de 2010, interpretada pela OrchestrUtopica e dirigida por Cesário Costa.
Mais tarde foi revista para orquestra sinfónica e esta nova versão teve a sua estreia em Janeiro de 2014 pela Orquestra Sinfónica Portuguesa, dirigida por Joana Carneiro (a quem a partitura foi dedicada).
Before Spring terá agora a sua primeira apresentação internacional em Tacoma, nos Estados Unidos, no Teatro Pantages com a Tacoma Symphony OrchestraSarah Ioannides (direcção).

Sarah Ioannides & the TSO

Sarah Ioannides & the TSO

Sarah foi também responsável por duas estreias mundiais de outras peças de Luís Tinoco, “Invenção sobre Paisagem” (com o Remix Ensemble) e “Ascent” (com a Orquestra Sinfónica de El Paso).
Clique aqui para saber mais sobre o próximo concerto com obras de Sibelius (Caroline Goulding, solista), Mendelssohn e Tinoco.

Coro Gulbenkian canta “Descubro a Voz”

Paulo Vassalo Lourenço

Paulo Vassalo Lourenço

A 26 de Janeiro, às 21.00h no Auditório da Fundação Gulbenkian, Paulo Vassalo Lourenço dirige o Coro Gulbenkian num programa que inclui “Descubro a Voz“, uma partitura para coro misto escrita em 2007 a partir de um poema de José Luís Tinoco.

O programa deste concerto inclui ainda um leque variado de compositores dos sécs. 20 e 21, e de obras inspiradas em poesia ibérica. Clique aqui para mais informações.

Apontamentos para 2016

20162016 começa com a pianista Mei Yi Foo e a Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música dirigida por Pablo Rus Broseta, a interpretar Díptico para Piano e Orquestra – uma composição de 2005 dedicada a Manuel Dias da Fonseca. Esta apresentação terá lugar na Casa da Música, Porto, a 23 de Janeiro. Três dias mais tarde, Paulo Vassalo Lourenço dirige Descubro a Voz com o Coro Gulbenkian, no mesmo auditório que receberá a estreia mundial da nova partitura orquestral de Luís TinocoO Sotaque Azul das Águas, com a Orquestra Gulbenkian dirigida por Susanna Mälkki. A esta apresentação (25 e 26 de Fevereiro) seguir-se-á a estreia brasileira na Sala São Paulo, pela OSESP (Orquestra Sinfónica Estadual de São Paulo) sob direcção de James Gaffigan, no início do mês de Maio.
Este será também o mês para a estreia portuguesa de Incipit – uma partitura escrita para assinalar o 450º aniversário da fundação da cidade do Rio de Janeiro, estreada no passado mês de Junho pela Orquestra Sinfónica Brasileira. As apresentações em Portugal serão dirigidas pela maestrina Joana Carneiro, à frente da Orquestra Sinfónica Portuguesa (Lisboa, CCB, Maio; e Porto, Casa da Música, Junho).
2016 trará mais duas estreias – uma em Junho, para o projecto da Companhia Nacional de Bailado, Carnaval, com coreografia de Victor Hugo Pontes e direcção musical de Cesário Costa. Este bailado irá envolver o trabalho colectivo de doze compositores, cada um assinando um andamento que será intercalado com a obra de Saint-Saens, Carnaval dos Animais. A outra estreia será assegurada por Miquel Bernat e o Grupo de Percussão Drumming, no mês de Outubro.
Outros projectos em curso incluem a composição de um Concerto de Violoncelo, com estreia prevista para 2017 (mais pormenores a anunciar brevemente).
Um feliz 2016 para todos!

“Short Cuts” @ Royal Northern College of Music

No passado dia 8 de Novembro, o quarteto de saxofones Apollo interpretou Short Cuts no Royal Northern College of Music - Saxophone Day. O recital foi gravado e disponibilizado em vídeo aqui: ASQ interpreta “Short Cuts”

“Short Cuts” resultou de uma encomenda do Apollo Saxophone Quartet e teve a sua estreia no Festival Atlantic Waves, em Londres, em Dezembro de 2004.

Mais tarde, foi também gravado em CDs comerciais pelo ASQ, QuadQuartet, Quarteto Vintage e Ensemble Lontano.

Apollo-Saxophone-Quartet

“Zapping” e “O Curso das Águas”

21 de Novembro, duas peças serão interpretadas pelo Quarteto de Sopros Assai (19.00h) e pela Orquestra ESART, dirigida por José Eduardo Gomes (21.30h).

Quarteto AssaiA primeira, O Curso das Águas para quarteto de madeiras foi estreada em 2001 pelos Solistas da Orquestra Gulbenkian e, mais tarde, foi gravada em CD pelo Galliard Ensemble. Clique aqui para ouvir um andamento.

O Quarteto Assai irá agora apresentá-la num recital realizado na Fundação Cupertino Miranda, em Famalicão. O quarteto é formado por Marco Pereira (flauta); Hugo Ribeiro (oboé); Cândida Oliveira (clarinete); e Lurdes Carneiro (fagote).

A segunda peça, Zapping - para orquestra, foi estreada em 2004 pela Orquestra Sinfónica Portuguesa, dirigida por Donato Renzetti, na sequência de uma encomenda do Teatro S.Carlos para celebrar as últimas sinfonias de Mozart e Haydn. Zapping inclui um conjunto de citações percorrendo diferentes estilos e épocas musicais. Será agora interpretada pela Orquestra da ESART e José Eduardo Gomes, num concerto realizado no Algarve, no Centro de Congressos AradeCentro de Congressos Arade